7, ago, 2019

Varizes: dúvidas sobre quando, e qual, tratamento procurar

As varizes podem se apresentar em graus diferentes e, muitas vezes, sem sintomas diretos. Nesses casos, nos quais há apenas o aparecimento dos vasinhos que podem provocar um incômodo estético, muita gente tem dúvidas de sobre se devem de fato iniciar o tratamento ou mesmo se o quadro irá evoluir.

Por isso, neste post você confere algumas dicas sobre como os sintomas aparecem e evoluem, e também quando e como procurar o tratamento adequado. Mas lembre-se: o diagnóstico de fato só pode ser dado por um profissional especializado. Se tiver mais dúvidas, sempre procure um médico especialista para te ajudar.

Primeiro, o diagnóstico

As varizes podem se manifestar na forma de pequenos vasinhos, que se apresentam na pele como veias finas e superficiais, nas cores avermelhada ou azulada. Podem vir com sintomas como dor ou queimação, mas geralmente não incomodam tanto. Mesmo assim, a aparência pode causar desconforto, e quem sofre com elas geralmente procura algum tratamento para resolvê-las.

É comum nesses casos mais leves muita gente apostar em cremes ou pomadas para revertê-las. Apesar de eles ajudarem a aliviar alguns sintomas, como pernas pesadas e queimações, eles não eliminam o problema, pois atuam superficialmente. Quem quer se livrar das varizes, precisa de um tratamento especializado que consiga alcançar os vasos afetados por dentro.

Mas quando o problema vai além da questão estética, comprometendo as veias de médio e grande calibre, é mais comum aparecerem sintomas e a necessidade de uma intervenção. 

Novamente, o profissional de saúde vai definir qual o melhor método de correção dessas varizes, podendo variar desde intervenções com injeção de medicamentos ou microespuma até a cirurgia com a necessidade de sutura e remoção das veias danificadas.

Quais os tratamentos

Após avaliar e analisar a complexidade de cada caso, conversar com o paciente e realizar os exames necessários, o médico indicará qual o tratamento a ser seguido. A escleroterapia é hoje um dos métodos mais indicados, e consiste na injeção de uma substância que irá “secar” os vasinhos e varizes, obstruindo aquela veia que, ao ser eliminada, é absorvida pelo organismo. 

Para os casos simples e superficiais, pode ser usado tanto a escleroterapia tradicional, que é realizada com a aplicação do medicamento na forma líquida, ou a microespuma. Já nas veias de maior calibre, é indicado exclusivamente o tratamento com microespuma. Ele é muito seguro e é minimamente invasivo, sem necessidade de internação, sem cirurgia e processos como cortes, cicatrizes ou anestesia. Ele também não exige preparação específica ou jejum, e o paciente poderá realizar normalmente suas atividades cotidianas, exceto praticar algum esporte vigoroso.

Vale lembrar ainda que a melhor época do ano para marcar seu tratamento é do começo do outono até o inverno. Isso acontece porque, durante as estações mais frias, as temperaturas mais amenas ajudam a aliviar os inchaços e tornam mais confortável o uso de meias elásticas compressivas. Você pode saber mais sobre isso neste artigo: “Qual a melhor época para tratar varizes?”.

Compartilhe:
Comentários: