10, jul, 2019

Diagnóstico de varizes pode ter causas e sintomas diferenciados. Entenda as 4 principais formas de ocorrência

As varizes podem ocorrer de formas diferenciadas, apresentando-se de maneiras mais sutis, como minúsculas linhas avermelhadas, ou, outras vezes, com uma espessura um pouco mais grossa e destacadas na pele, de cor azulada ou formando relevo, por exemplo. Em alguns casos, não há nem mesmo a presença visível da deformação das veias na pele, mas os sintomas da doença, como inchaço e ardor em uma região, estão presentes.

Cada uma dessas situações podem indicar tipos diferentes de varizes, que têm origens, sintomas e manifestações que podem variar. Mas, independentemente do tipo, mesmo em casos simples, todas indicam um problema de saúde das veias, podendo evoluir e mudar de tipo, aumentando o grau de gravidade.

Neste artigo, vamos apresentar os quatro tipos de varizes e suas características Mas lembre-se: apenas um médico especialista é capaz de realizar os exames, dar um diagnóstico preciso e indicar um tratamento adequado para cada caso.

1 – Insuficiência venosa de importância predominantemente estética

O tipo mais comum de ocorrência, essas varizes geralmente não apresentam outros sintomas além da aparência, ou podem provocar calor e ardor no local. Como já falamos, apesar de indicar um problema de saúde, não oferecem riscos imediatos, mas se tornam um desconforto para a imagem de quem as tem.

Se apresenta como veias finas, que surgem na cor avermelhada ou azulada, frequentemente em regiões como coxas, pernas e glúteos. Começam aos poucos e bem discretas mas, se não tratadas, vão se espalhando por toda a perna e coxa, dando uma aparência feia.

2 – Insuficiência venosa funcional e estética

Nesta categoria já incluímos veias de médio e grande calibre e, além do desconforto estético, os pacientes já podem apresentar sintomas como dores e inchaços. Esses sintomas indicam que é preciso procurar o tratamento adequado, que deve sempre ser indicado pelo médico, ou o paciente poderá ter outras complicações futuras.

3 – Insuficiência venosa funcional assintomática

Aqui temos o diagnóstico das varizes e a necessidade de intervenção, mesmo que a questão estética não seja um problema. O tratamento é voltado para corrigir as questões funcionais da doença venosa, mas o cuidado para evitar manchas e cicatrizes sempre serão tomados pelo profissional de saúde.

4 – Insuficiência venosa funcional sintomática

Nestes casos, o aspecto funcional da doença também está presente, sem manifestações estéticas que possam causar alguma preocupação. Geralmente, o problema está presente há um longo tempo, sem que o paciente procure o tratamento, e por isso já apresenta complicações.

O médico deverá se concentrar mais na questão da doença e seus riscos, que é grave e pode causar restrições ao paciente. As complicações mais freqüentes podem incluir as tromboflebites, úlceras de perna, hiperpigmentações, o eczema venoso, as hemorragias, a fibrose, a dermatite ocre, as tromboses, infecções e embolia pulmonar.

A boa notícia é que, independente do nível, todas elas possuem tratamentos modernos, que variam de acordo com cada tipo, mas geralmente são intervenções de baixo risco.

A Clínica Varizemed é especializada no tratamento de varizes e demais doenças venosas. Oferecemos o que há de mais moderno e avançado, com equipamentos de última geração, proporcionando conforto e praticidade aos pacientes. Nosso objetivo é trazer alívio dos sintomas e satisfação estética. Ligue para (31) 3226-7801 no horário comercial ou mande uma mensagem via WhatsApp: (31) 99979-4546.

Compartilhe:
Comentários: